sábado, 20 de março de 2010

O anjo caído


Andando pelas ruas frias
Da cidade, avistei um anjo
Caído na calçada, percebi
Que suas assas haviam
Sido arrancadas;

Fui até este anjo e perguntei
O que havia acontecido
Ele olhou para mim
E me respondeu o seguinte:

" Minha estrada é longa
Minhas assas foram arrancadas
Por uma pessoa que não me
Destes valor."

Envolvi em meus braços
E então rolou uma lágrima
De seus olhos, levei ele
Para um lugar aonde
Pudesse cuidar.

O anjo passou as mãos
Em meu rosto e me beijou
Profundamente para que
Pudesse o calor de seus lábios.

Retribui o beijo e então
Ainda envolvido em
Meus braços pediu o
seguinte:

" Cuide de mim
Para sempre"
Poema escrito por: Hevelen Malisky

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
SOU UMA PESSOA ALEGRE EXTROVERTIDA ROMÂNTICA ESPONTANEA, MAS COMO TENHO QUALIDADES TAMBEM TENHO DEFEITOS COMO TODO E QUALQUER SER HUMANO, MAS AGORA QUE APRENDI O ESPIRITO DA ESCRITA EM VERSOS QUERO AMPLIAR CADA VEZ MAIS MINHA TECNICA E MOSTRAR QUE AINDA HA UM POUCO DE ROMANTISMO E QUE HAVERA BASTA VOCÊ ACREDITAR E QUERER, POIS QUERER QUERIRA E VOCÊ CONSEGUE. ESSA SOU EU HEVELEN CRISTINA MALISKY